Um homem analisando o projeto de um painel com um tablet Projetos
23/05/22

Automação em 10 passos na fabricação de painéis

Autor: Talita Alves Miranda

Menos erros, produção mais flexível, prazos de entrega mais curtos e custos mais baixos. O que é preciso para conseguir tudo isso? Aqui estão 10 pontos a serem considerados para a otimização do seu processo de produção.

Cada empresa é diferente. Não existe uma receita para um processo produtivo perfeito e tudo depende dos clientes, produtos, método de trabalho e estratégia da sua empresa. No entanto, há uma série de coisas que todo gerente de fábrica na indústria de construção de painéis deve pensar. Nem é preciso dizer que cabe a você escolher quais pontos você decide levar em consideração.

1. Planeje as mudanças com a equipe

A mudança só levará à melhoria se for apoiada por toda a equipe. Você pode conseguir isso envolvendo os funcionários desde o início. Que todos pensem em melhorias, ou melhor: assuma a responsabilidade por elas.

2. Forneça boas informações

Quer você construa painéis para clientes externos ou para equipamentos finais em sua empresa, um processo ideal depende dos desenhos e das informações corretas. Sente-se à mesa e diga aos engenheiros o que sua equipe precisa, como um bom desenho 3D e listas de fiação. Isso também é do interesse do cliente. Trabalhando melhor com a engenharia, podemos alcançar prazos de entrega mais curtos, com custos mais baixos e menos erros.

3. Saiba separar as responsabilidades

Preparação para o trabalho significa preparação, não o trabalho em si. Ou seja: a preparação do trabalho é o planejamento dos projetos. Outras atividades, como encomendar peças, devem ser colocadas em outro lugar, por exemplo, com o departamento de logística.

4. Separe também as etapas do processo

Como você sabe, ao construir um painel, passamos por várias etapas. Logística, processamento mecânico, peças, fiação etc. Em muitas empresas, essas operações são em grande parte realizadas no mesmo local, pelo mesmo montador. Podemos desmontar essas etapas para um melhor processo.


Em outras palavras, criamos um local de trabalho separado para cada etapa do processo. Isso tem uma série de vantagens:

  • O conhecimento do colaborador é usado de forma específica.
  • O processo fica mais fácil de planejar e gerenciar.
  • Menos estoques (intermediários) e menos custos logísticos.
  • As etapas do processo podem ser mais bem padronizadas e automatizadas.
  • O processo fica mais flexível.
  • Custos menores e mais transparentes.

5. Crie um bom fluxo

A próxima etapa é classificar o chão de fábrica de acordo com as etapas do processo de produção. Um bom 'fluxo' é crucial. Distribua as diferentes etapas do processo no chão de fábrica de forma que o produto possa ser movido ao longo de cada etapa.


O sistema foi projetado para permitir que você caminhe sem obstáculos e com o mínimo de transporte possível. Com um bom fluxo, o processo determina o layout do chão de fábrica: Logística -> Processamento mecânico -> Peças da infraestrutura -> Peças dos componentes -> Fiação -> Testes -> Modificações do cliente -> Saída da logística -> Pós-venda.

6. Organize o local de trabalho

À medida que o dia desacelera, a organização é uma parte indispensável da otimização do local de trabalho. Apenas as ferramentas, materiais e informações absolutamente necessários devem estar disponíveis em cada etapa e nada mais.


Ou seja, retire tudo o que não precisa, dê um lugar fixo a tudo e faça tudo isso com procedimentos fixos e regularidade.

7. Forneça clareza

Onde cada produto está localizado na fábrica? Quem, o quê, onde e quando de cada produto deve estar, precisa ser claro para todos. Isso pode ser alcançado, por exemplo, com uma boa sinalização na fábrica.

8. Melhore a ergonomia

Um design funcional da oficina também tem uma desvantagem: os produtos são movidos com mais frequência. O transporte na oficina, portanto, requer atenção extra. Não se esqueça de que os colegas que ajudam uns aos outros a levantar não estão no trabalho - existem soluções melhores para mover painéis pesados.

9. Livre-se de papel

Ao automatizar as operações mecânicas, você pode levar flexibilidade e velocidade para um outro patamar. As máquinas automatizadas fornecem apenas o que precisam se todo o fluxo de informações - desde a engenharia até a entrega e o serviço - for digital.

Portanto, livre-se de papel! Isso significa que o layout do painel 3D também pode ser digital. Isso, por sua vez, requer padronização dos vários produtos ou projetos. Se o seu departamento trabalha para vários clientes externos, isso pode significar que você concorda com uma padronização para cada cliente.


Você também pode considerar a terceirização das operações mecânicas para o fornecedor de seus painéis.

10. Fora com os estoques

Se a produção for mais fácil de planejar, você também saberá exatamente quais peças são necessárias e quando. Isso significa que você pode combinar com os fornecedores quando eles precisam entregar: just-in-time. Chega de estoques: a partir de agora, os itens só serão entregues quando forem necessários!

Com quais etapas você eleva os processos de trabalho a um nível superior? Você tem alguma outra ideia sobre melhorias na construção de painéis? Deixe nos comentários!

Rittal e EPLAN - Valor agregado com a união de forças

Como as empresas podem agregar valor aos seus processos e torná-las mais rápidas, mais econômicas e mais precisas? A EPLAN e a Rittal automatizam e industrializam o projeto de painéis de comando e distribuição - com conhecimento especializado e soluções idealmente alinhadas.

Saiba mais aqui!

Tags relacionados:

Comentários